Um dia cheio de surpresas

Monday, July 30, 2012

E hoje o dia  amanheceu super quente aqui novamente, mas acordei com formiga. Não queria ficar em casa de modo algum, até porque, para falar a verdade, acho que ficamos demais em casa nas últimas semanas. Com este calor, não dava vontade de ir à lugar algum, e o máximo que conseguia ficar dentro de casa, no ar condicionado era melhor. Mas hoje não aguentei.  Comecei cedo a andar de um lado para o outro, a importunar o marido e vamos que vamos.


A idéia inicial era para encontrar um parque para poder irmos fazer uma boa caminhada (o que explica o porque estou usando calça para yoga na rua), e pedi para ele encontrar um local para podermos ir e ele "encontrou", mas o local não existia e estávamos sem plano B, então improvisamos. Resolvemos dirigir um pouco e encontramos uma placa que dizia que em Long Grove, IL há Feira do Agricultor aos domingos, então resolvemos passar lá para conferir. Nenhum de nós dois conhecia a cidade e ficamos encantados. Tudo era muito bonitinho e conservado e havia pelo menos duas bandas tocando música ao vivo. Pessoas sentadas na grama, degustando um bom café ou chá gelado.


E é claro que a Sophia não poderia ficar de fora. Sorridente como sempre, mesmo depois de uma soneca super curta no carro, nos ajudou fazendo poses, caras e bocas, na hora de tirarmos fotos.


Finalmente consegui convencer o Chris que para poder fazer meus posts no blog, eu preciso que ele colabore comigo nas fotos, o que nos últimos meses tem sido super difícil, tendo escutado a famosa frase "a gente não precisa tirar foto de tudo quanto é lugar que vai" quase toda semana. Então ele participou e ajudou bastante. Eu sei que será uma longa jornada, mas de pouquinho em pouquinho vamos conquistando um pedacinho a mais, certo? E quem sabe um dia isso será natural da parte dele, e eu não precisarei mais ficar reclamando que sou a única que tira fotos para a família e que nunca estou nelas. 



Em Long Grove, IL tem um artesão que trabalha com metais e cria vários cataventos de metal, gigantescos, e combinando com eles, há várias peças de arte como esta aí abaixo decorando os canteiros da cidade. Tudo muito bem cuidado e com um toque de interior muito gostoso.



Como comecei a falar no início deste post, nós fomos atraídos para lá pela feira do agricultor, que era bem pequenininha, mas cheia de vegetais deliciosos, frescos e baratinhos (dá só uma olhada nas fotos abaixo). Desde que ficamos grávidos da Sophia, a nossa visão sobre comida mudou muito. Antes nós compravamos qualquer produto no supermercado nos importando apenas com encher a nossa barriga. Agora não passa um produto sequer pela nossas mãos sem pensarmos antes se é organico, qual a quantidade de sódio que o produto possuiu, quanto de açúcar contém, entre outros itens. Vejo que a gravidez, ou a idéia de cuidar de um bebê mudou nosso conceito sobre muitas coisas, mas não que deixamos de fazer o que gostávamos, e sim que aperfeiçoamos o que era parte do nosso dia-a-dia. Hoje nós temos a nossa própria horta, compramos quase tudo o que podemos orgânico, e evitamos produtos que contém os indesejáveis transgênicos. Mas é claro que não somos perfeitos e acabamos deslizando aqui e ali.


Nos próximos 14 dias, completaremos 8 meses de amamentação exclusiva com a Sophia. E quando digo exclusiva, é exclusiva mesmo, ainda não damos frutas, cereal ou papinha para ela. Se ela está com fome, vem para o peito tomar leite. Com isso eu penso muito no que eu como. Evito muita coisa, não por dieta e por pensar que quero voltar ao meu peso pré-gravidez, até porque amamentar é não parar de comer. Se eu fico sem comer, já percebo que a quantidade de leite diminui, e que ela não está recebendo todos os nutrientes, então já procuro algo nutritivo e saudável para ingerir e assim passar para ela pelo leite. É algo que tenho orgulho de dizer: "eu produzo o que alimenta a Sophia". Quero que ela receba algo de qualidade e precissamos comer com qualidade para podermos ter uma vida longa ao lado dela. 


Quanta coisa para um dia sem muitas intenções e para quem estava planejando uma longa caminhada, não é? Mas a caminhada ainda aconteceu depois disso tudo. Mas isso é história para outro post.  :-)

You Might Also Like

3 comments

  1. Calor!!!!

    Estou no Brasil e aparentemente no inverno, mas sou de Recife e pelas bandas de cá, inverno é mais ou menos como caviar pra Zeca Pagodinho: "Nunca vi, nem comi. Eu só ouço falar" hihihi

    Falta mesmo coragem pra sair de casa e abrir mão do ar condicionado, mas às vezes temos que ir, né?

    Nossa, sua filhoca só mama há 8 meses??? Achava que só podia até os 6 meses. Bom saber disso. Tenho vontade de amamentar meus futuros filhos o máximo que puder. E essa foi uma ótima descoberta!

    Adorei as fotos do post!

    Beijinhos e até!!

    ReplyDelete
  2. Oi Leninha,

    Hahahah ri muito com o seu comentário, essa nunca havia escutado.

    Mas sim, minha pequena está só no peito já tem oito meses e é muito bom e prático. Esta semana comprei umas redinhas para colocar frutas dentro para ela poder mastigar e não engolir o bagaço, pois a coitada ainda não tem dente e fica mais difícil.

    Não tenho certeza se tem no Brasil, nem como se chama aí, mas aqui está o link do que estou falando para ter uma idéia http://www.babysafefeeder.com/

    Obrigada!!!

    Beijos

    ReplyDelete
  3. As fotos que você saiu ficaram lindas! Seu marido, mesmo 'reclamando', tem jeito pra coisa :) As 'modelas' ajudam também, né? Hehehe
    Fiquei com desejo dessas cerejas da última foto!

    ReplyDelete

Like us on Facebook

Flickr Images